HomeCidadesCampo Limpo PaulistaExposição sobre a Fanfarra Municipal atrai 2 mil visitantes

Exposição sobre a Fanfarra Municipal atrai 2 mil visitantes

Prestes a completar um mês desde sua abertura, a exposição “História da Gloriosa Fanfarra de Campo Limpo Paulista” já registra a marca de 2 mil visitantes, entre munícipes e alunos das escolas públicas da cidade. O acervo conta com vestuários, instrumentos, troféus, partituras, fotos e outros materiais dos quase 40 anos de tradição musical.
Para a equipe da Coordenadoria de Cultura, responsável pela exposição, a iniciativa foi um sucesso. “Nós retomamos esta importante memória da cidade e a perpetuamos com esta linda exibição no saguão do Paço Municipal, para que todos aqueles que têm ou tiveram alguma relação com a Fanfarra possam relembrar”, disse a coordenadora de Cultura, Dedé Lenk.
As escolas da rede municipal e estadual foram convidadas para prestigiarem a mostra, com transporte gratuito fornecido pela Secretaria de Educação. “Viabilizamos a ida das crianças à exposição da Fanfarra para suscitar aos pequenos uma didática diferenciada e o amor para com a história de sua cidade”, salienta o secretário de Educação, Thiago Cozzolino.
TRADIÇÃO – A Coordenadoria de Cultura fomenta a volta das atividades da Fanfarra com aulas de música nos Centros de Arte e Movimento (CEAM), espalhados pela cidade. “Vamos retomar o ensino dos instrumentos da fanfarra para as crianças de nosso município, o que vai reavivar esta tradição e alimentar a nossa cultura”, afirma Dedé.
Na última segunda-feira (10), cerca de 30 instrumentos, abandonados no depósito da Escola Monlevade pela antiga gestão, foram levados para manutenção a fim de serem remanejados aos CEAMs para o ensino de música às crianças campolimpenses.
A Orquestra de Metais, que derivou das formações da Fanfarra Municipal percorre algumas das escolas municipais com apresentações de repertório popular. “Queremos atrair o olhar dos pequenos para a Fanfarra”, finaliza Lenk.
MAIS – O acervo da fanfarra fica exposto no saguão principal do Paço Municipal até 24 de abril. Após, a Coordenadoria de Cultura estuda a implantação de uma feira de artesanato em homenagem ao dia das mães, que vai ficar de 8 a 12 de maio, também no Paço.

Comentários