HomeJundiaíIndústria de multas tucana volta para Jundiaí

Indústria de multas tucana volta para Jundiaí

Nos principais cruzamentos há fiscais de trânsito com talão de multas e caneta na mão. Multam, mas não orientam

A Unidade do Trânsito do Futuro resolveu arrecadar pra valer – nas últimas semanas forrou os cruzamentos da cidade com fiscais de trânsito, os Amarelinhos. Com talão de multa e caneta na mão, os Amarelinhos ficam na maioria das vezes escondidos, esperando o motorista errar. Dificilmente alguém ganha um recurso de multa.

Segundo o pessoal da antiga Secretaria de Transporte, o posicionamento dos Amarelinhos tem objetivo de reduzir o tempo de atendimento às ocorrências e melhorar as condições de fluidez e segurança do trânsito. Pura balela. Raramente se vê um Amarelinho com apito na boca orientando o trânsito quando de acidentes ou problemas em semáforos.

Nas redes sociais, as queixas contra os Amarelinhos são inúmeras: “Tantos cruzamentos em dificuldades na cidade e você não vê nenhum, mas para multar naquela rua larga que dá acesso ao Maxi shopping tem três multando. Nem era pra ter placa de proibido naquela rua nas como eles trabalham para a administração do shopping metem a caneta nos coitados que vão almoçar e tentam economizar no abuso de cobrança de estacionamento”, afirma uma delas.

Motoristas estão errados – e nem têm o que questionar – se invadem sinal vermelho ou se usam celulares. Isso é proibido pelo Código Brasileiro de Trânsito, que também prevê multa. Mas afirmar que Amarelinhos estão nos cruzamentos para atender ocorrências mais rapidamente ou melhorar a fluidez do trânsito soa como ofensa à inteligência. Pelo menos aqui no passado. Na Jundiaí do futuro ninguém sabe ainda.

Comentários